Minha Overloque “Star”

Não contente só com o Patchwork, não sosseguei e  cismei que queria fazer roupa para mim, após comprar algumas revistas de moda. Isso em meados de 2013...

Afff!! Meu esposo que pira comigo!!rsrs

Então, em setembro de 2013 comprei, (não!!!rsrs ganhei), pois pelo preço muitas pessoas falaram que foi presente: Uma overloque!

Coloquei o nome de Star, sim, sou daquelas que coloca nome em tudo!!!rsrsr





Chegou em casa já encantando, com mesa, prontinha para ligar e usar.
Porém, não foi isso que aconteceu. E ali ela ficou.
Todos os dias eu passava por ela e pensava por onde começar.
Liguei -a para ver se estava funcionado, mas como usá-la e foi então que pesquisei um manual para saber mais sobre suas funcionalidades.
Encontrei nesse link:

A dificuldade maior foi passar a linha, gente!!!!
Não conseguia de jeito nenhum e eis que em minhas pesquisas encontrei o blog da Sandra, essa linda pessoa que me iluminou e deixou em seu bloguito um passo a passo super explicadinho de como passar a linha, vamos com a Sandra nesse link:

Hoje, ela esta em uma caixa no aguardo para uma aparição. E vem novidades para o ateliê, mas deixa esse suspense para outro post. 
Espero que seja útil para quem deseja começar a costurar assim como tem sido para mim.


Bons e criativos trabalhos!

Tutorial Cluch: para arrasar no look


Já é sabido que, eu amo ensinar e revirando minhas revistas encontrei um tutorial dessa linda Cluch, Bem, na revista tem uma foto e o passo a passo descrito. 
Pois bem, resolvi tirar fotos para vocês.
É tão fácil e linda que você faz agora e arrasa no próximo passeio!!




Uma tira de 12cm x 6cm



Vinque ao meio e dobre as laterais até o vinco. 
Passe a ferro.




Passe um pesponto de cada lado fazendo um acabamento na tira.



Dobre ao meio e passe uma costura. 
Corte o excesso, se preferir.




E desvire, ficará assim:
Já esta pronto o detalhe que prenderá laço ( Argola)



Para o laço: 
2 retângulos 34cm x 18 cm
Posicione frente com frente e passe duas costuras: 
uma em cima e outra embaixo prendendo um no outro, 
desvire



Assim:
Passe a ferro



Passe a argola até ao meio e ficará assim:
Laço pronto!!!!




Para fazer a cluch não tem segredo nenhum.
É como se fosse uma necessaire grande.

2 retângulos 31cm x 18cm para o forro e 
2 retângulos 31cm x 18cm para o topo, 
eu fiz na mesma cor do laço

Prendi com alfinetes um topo com o laço e costurei de um lado:


Depois, costura do outro lado.



Então, vamos costurar o zíper.
Tentei deixar bem simples, mas se alguém tiver alguma dúvida pode perguntar tá!

Coloquei 1 retângulo do forro e o zíper olhando para mim, tudo bem?
Posicionei um topo olhando para eles, assim como na foto.


Notem que o topo esta branco, eu cortei um retângulo de feltro,
 para deixar a cluch mais estruturada.
E passei uma costura para segurar os três.

Desvirei e passei uma costura para dar um acabamento no zíper.
Até aqui tudo bem?



Vamos costurar o outro lado do zíper:
Coloquei o forro olhando para mim.


O Zíper, olhando para mim...rs
E o topo olhando para eles. Costurei....



E passei uma costura para dar o acabamento.

Vamos fechar a cluch,
Topo com topo um olhando para o outro 
E o forro também
Notem que no forro eu coloquei dois alfinetes, 
eles marcam a abertura para eu desvirar a cluch


Esta é a abertura:


Acabamento, pode ser tanto à mão com pontos invisíveis, fica mais delicado,
Ou passar o fundo da cluch à máquina
Fica a seu gosto.


E pronto, uma cluch linda para arrasar no look.



Eu deixei a argola solta e pode brinca com ela, colocá-la de lado
Também fica um charme!!


Espero que tenham gostado..

Fácil de fazer e complementa aquele look do dia com charme e estilo.
Em breve mais novidades.

Bons e criativos trabalhos.

Corte Centesimal! Gosta de relíquias?


E se for de costura?
Amooooo....
Quando decidi que faria minhas roupas revirei a internet em busca dos moldes que utilizei em meu curso do Sesi, muito, mais muito tempo atrás e me desfiz...(ah! Que arrependimento)

Enlouqueci o “Tio Google”, mas não encontrei nadinha...
Mas, achei uma imagem do livro:

(Imagem Google)


Encontrei em minha louca busca, o Sistema Moldecópia do Método Corte Centesimal

E descobri que são aqui de Minas Gerais, UHU!!!!
Criado por Carmen de Andrade Mello Silva. Mais sobre a historia: Aqui!!!
Até a década de 70 o material era disponibilizado em estojo de madeira.
Fiquei apaixonada e quis ter um para mim. 
Pesquisei aqui e ali e achei em São Paulo num antiquário por um site de compra e venda.



Olhem aberto, eu sei que esta faltando muuuitas peças, mas esse é meu!!!



Junto veio um kit de réguas que não fazem parte do estojo.Presente!!!!


Livrinho de fácil manuseio
Leitura fácil compreensão, ilustrado e pintado delicadamente.


No estojo veio: livrinho e está assinada pela própria Carmem. 


Contém a dada 14/05/1965. Quanta emoção!!


As réguas das medidas vieram faltando algumas, mas tudo bem!! 
É relíquia..




Em breve quero adquirir o Sistema Moldecópias. E fazer um curso com eles...
Querem saber mais sobre o Método Corte centesimal?

Corre para o site:


Bons e criativos trabalhos

Primeiros passos com a Elgin

Meu retorno para a costura, deu-se com a chegada dessa máquina em minha casa.



Revirei a internet, mas não encontrei nada que fala sobre essa máquina. 
E olhem que não foi pouco não!!!
 Nenhum manual e se alguém já falou de uma dessas, me conta!! Por favor....
  • Elgin, com a escrita verde...
Ela tem sua estrutura interna de ferro. A parte superior e os botões são de plástico.
Ela é reta e zig zag.

Os tamanhos dos pontos vão do cheio até 4mm.

A imagem a baixo mostra a posição da agulha para costura:
Esquerdo, central e direiro, bem facil de saber

E os pontos:

0 é o reto
1 a 5 é a largura do zig zag.


Quanto à costura? 
Costurar se aprende costurando! Pois, você erra bastante, mas aprende muito com seus erros! 

Já desfiz muita costura por ai...rsrs


Passos de aprendizado com a Elgin:

1-      Colocar a agulhar da maneira correta;


Já parei na Autorizada, e a moça, que é uma delicadeza, 
olhou para mim e me chamou pertinho da máquina.

 – Olha a agulha esta ao contrário! É assim que coloca!
A bendita da agulha tem um encaixe, então tudo fez sentido: agulhas  quebradas, agulhas tortas, embolar a linha, travar a máquina no meio da costura... Todos esses probleminhas foram resolvidos com o simples saber como colocar a agulhar corretamente.

2-      Saber passar a linha;
Quantas vezes eu tentei costurar, mas a linha arrebentava no meio do caminho, duas vezes, não! Acho que mil... 
E eu ficava olhando para ela, como se ela fosse me responder, mas nada. E a moça, aquela da autorizada mais uma vez em ação.
Vamos ver:

Cada máquina tem uma maneira especifica, muitas já vem com indicações de como passar a linha em seu corpo, mas a Elgin, não. 

É bem simples:
Primeiro: na aste acima. 

Segundo: Na guia frontal para a linha para não escapar.


Terceiro: Na rodinha de metal esticada ( aqui é onde o ponto fica apertado ou frouxo)  e passar nesse gancho acima dele.



Assim:


Sobe a linha, e passa da direita para a esquerda no gancho,


Desce a linha, e passa num espiral e num ferrinho embaixo, prontinho é só colocar na agulha.
Mas lembrem-sem a agulha do lado certinho.....rsrsr


3-      Sujeira no compartimento da canelinha;
Quando um dia feliz e saltitante a costurar, a Elgin parou!
Assim do nada, rodava para cá para lá e nada do volante mexer, um milímetro, um centímetro. Que nervoso!!!
Aperta o pedal no último e o motor gritava atrás, ou a máquina ia decolar, mas a agulha não mexia nadinha... oh!!!
Mais uma vez na autorizada, aquela moça, abençoada, disse- me:
- A Elgin tem esse probleminha de acumular fiapinhos aqui...
Nosso Deus! Eu limpo a máquina, mas nunca levantei a bichinha para limpar embaixo... oh! Falta de atenção, cuidado e mais uma vez eu lá parada na frente da moça...Meu rosto devia estar vermelho de vergonha.

4-      Encher a bobina: 
Tem que passar nesse tensor senão, a linha fica mole e a costura sai toda embolada, ou não sai fica enroscada.



Eu coloco assim, mas e esse pino branco (ops!!! amarelinho) ao lado?
Ele indica na hora de para...rsrsr



Para falar a verdade eu nunca deixo encher a bobina até o fim, 
as vezes faço um trabalho pequeno e fica  sobrando...

Eu sou daquelas que enche um pouco de branco, 
termino a costura preciso agora de azul, coloco por cima e por ai vai...

Prometo que vou comprar mais bobinas e deixar uma para cada cor.rsrsr

Uma das coisas que exercito com a costura é a paciência. 

Com certeza é garantia certa de: diversão, gargalhadas e no final a satisfação de dizer:


- Eu quem fiz!!!


 

Misericórdia, e paz, e amor vos sejam multiplicados.Jd. 1.2

Tutorial - Como fazer um Porta Lenço?

Quantas ideias??

Quando penso em peças versáteis, penso em agilidade e organização também.
Para as pessoas que não dispensam um lencinho na bolsa essa é uma opção charmosa de complementar seu kit com organizador de bolsas.

Vamos aprenda de uma maneira fácil e rápida com retalhos de tecidos a fazer um porta lenço super charmoso.


Materiais:

Retalhos de tecido:
Tecido Branco com flores: 2x  10x13
                                            1x  10x10
Tecido Azul: 2x  10x13
                      1x  10x10

Linha;
Material básico para patchwork



Como na foto abaixo dobre ao meio e vinque-os com ferro



Tecido A e Tecido B avesso com avesso
Escolhi dois, pois quando desvirar fica um acabamento interno.
(Mas é opção)


Iniciaremos a montagem do topo





 Intercalando as camadas






Assim, mas notem que eu quase cometi um erro, 
a etiqueta da artesão tem que ficar para baixo, 
não esqueçam disso...rs


 Notem aqui!
Costure toda a borda, eu passei um zig zag também...



Corte as sobras 
Para quando desvirar não ficar muito grosseiro o acabamento.
Delicadeza é tudo!!!

Desvire a peça. 
Ajeite os cantinhos 
Esta pronto um charmoso e lindo Porta lenço


Gostaram???

Topo