7.7.15

A Costura e eu

Costurando e cantando...lá lá lá


Para não dizer que não falei de costuras.

Bem, minha história com a costura é de longa data. Desde de criança observava minha mãe há costurar nossas roupinhas e pijaminhas de flanelas. Lembro-me do jeitinho delicado que ela tinha ao pegar na agulha e costurar um a um os botõezinhos de nossas roupas. Saudade!!!
Aos dezenove anos tive a oportunidade de fazer um trabalho freenlancer  numa casa de noiva como bordadeira. E nesse mesmo período inscrevi-me no curso do Sesi oferecido na loja Singer, na cidade de São Carlos-SP.

Minha primeira peça foi um camisete amarelo, mangas curta. Aprendi desde o molde até o acabamento e fuloei a peça toda à mão. Fiz o inicio do segundo modulo: molde de saia. Mas como tinha o magistério tive a oportunidade de lecionar e sai do curso. (Hoje me arrependo).
De vez em quando me aventurava a fazer uma barra, costurar uns barrados para pano de copa e assim ia!

Em meados de 2010  vim para Minas e casei, longe da minha família. Sim!! no inicio fiquei um tanto perdidinha. Até que meu esposo me trouxe uma máquina que era de sua mãe. Então foi onde com meu pouco tempo, já que eu trabalho oito horas por dia, vou costurando na medida em que vai aparecendo mais tempo.



E criei o blog!!! Fiz excelentes amizades virtuais. Amo muito!!!

Disponibilizo meus tutoriais, PAP. Sou professora e amo ensinar! No inicio o foco era Patchwork, mas na realidade percebi que a costura vai além dos Patch: ajudam-me a desestressar  meu dia.
Certa vez meu esposo falou,
 - Você precisa ver seu rosto quando costura, ele muda!!! E sei por isso que ele me incentiva muito.

Em setembro 2013 comprei algumas revistas de moda e quis retomar fazer minhas roupas.



Durante alguns meses procurei uma overloque, poderia ser pequena, não tinha grandes expectativas. Foi então, que encontrei uma com mesa, motor, pedal. Uma pechincha e trouxe ela para casa por R$ 100,00. Maravilhoso!!!




Em 2013 e 2014 o blog praticamente ficou parado, ali sem nada, sem graça... Muitas coisas aconteciam ao mesmo tempo, mudança de casa, construção e para esclarecer não tenho computador nem internet em casa. Imaginem!!!!

Agora 2015 quando tirava minha mudança das caixas e demoraram uns três meses para colocar tudo em ordem. Tirei a máquina Elgin, limpei, lubrifiquei, ajustei e iniciei minhas costurices enfim, no patchwork.Tudo que sei sobre o Patchwork, foi xeretando mesmo, uma revista aqui outra acolá, um vídeo aqui, um blog ali, alguns que acompanho com carinho e que gosto muito!!!


Costurei blocos e vou trazê-los cada um aqui para vocês verem, fiz colchas, e foi então que descobri que a Elgin não conseguiria adaptar o pedal para quilt, a que triste! O técnico falou que dava, mas cada vez teria que regular a barra para adaptar o pedal.

Poxa vida, e agora???

Comecei a pesquisar máquinas de costuras. Desde Janeiro quis uma “completa”: com isso, com aquilo, com “mir” pontos e mais. Que vontade!!

Sentei e esperei a vontade passar. Estava fora de cogitação, pois teria condição de comprar, mas sem condições de usar e usaria pouco.

Pesquisa, pesquisa e pesquisa....

Acompanhando um site de compra e vendas vi uma Singer 15C, fui até a Loja da Singer , de novo, em minha cidade para trocar uma ideia sobre essas máquinas. A moça pautou sobre a estabilidade da máquina e que o pedal de quilt adaptava. Pronto fechei o negocio, ela é usada. Mas é nova!





E hoje, costuro como hobby para mim, para presentear e em breve quero descobrir novos caminhos.


                                                                   Vamos fazer costuraterapia comigo!! 

Bons e criativos trabalhos!

4 comentários:

  1. Costurar tem de ser assim apaixonante... belo texto, me vi nele...
    tambem tenho uma dessas pretinhas, que está meio abandonadinha e vou ver certinho esse lance de usar ela só pra quiltar....

    bjkas no seu coração

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Mara
      Estou me surpreendendo com essa Singer!!!
      Obrigada pela visitinha...
      Bjins no seu coração

      Excluir
  2. Na casa de minha Vó tem uma Singer Preta igualzinha, eu amo essa maquina ela traz lembrança maravilhosas da minha infância.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Que Delicia Alcione...

      Essa é minha nova companheira...

      Obrigada pela visitinha
      Seja sempre bem vinda!!!

      Bjins

      Excluir

Amei sua visitinha...

Volte sempre, deixe seu link para eu retribuir...

Bjocas
Erika